Olá! Tudo bem?

Solicite nosso Contato!

[contact-form-7 404 "Not Found"]

Como criar e-mail marketing e qual é o momento certo?

Como criar e-mail marketing
Como criar e-mail marketing

Saber como criar e-mail marketing e quando enviá-lo no momento certo é algo que faz a diferença nas suas estratégias digitais e aproxima cada vez mais os clientes em potencial de comprar algo seu.

Bom, passamos por um longo caminho até esse post, e o motivo de demorar tanto para te contar sobre as etapas do e-mail marketing e como criar um e-mail de respeito, atingindo o consumidor no momento certo é porque eu tinha que falar sobre gatilhos mentais, sobre oferta irresistível e sobre outros assuntos igualmente importantes, para retomarmos essa nossa conversa.

Enfim,, o tão aguardado post que continua o que eu comecei falando sobre e-mails marketing lá atrás, em um dos primeiros conteúdos, está aqui!

Vamos relembrar um pouquinho do que eu já falei sobre como criar e-mail marketing…

Pois, bem, ainda naquele primeiro post sobre e-mail marketing, falei que essa ferramenta é muito poderosa para gerar relacionamento.

Confira, abaixo, um trecho que acho essencial mencionar para continuarmos a nossa conversa:

O E-mail Marketing é uma ferramenta que deve ser utilizada para se relacionar, e não simplesmente para vender. É o seu relacionamento com o cliente em potencial que deverá gerar alguma venda a curto, médio ou longo prazo… Mas, então isso significa que TODO RELACIONAMENTO GERA VENDA?

Não, de jeito nenhum. Você terá muitos leads frios, que deverão ser descartados conforme o tempo passa ou, se preferir, recolocados em categorias diferentes, em que os conteúdos enviados serão voltados para uma outra finalidade, que pode ser a de informar, por exemplo.

Agora, pense comigo: essa venda não precisa ser imediata. Nada te impede de colocar o lead em uma lista de conteúdos que mantenham sua marca sempre na memória e te possibilitem ter uma vantagem em relação aos concorrentes quando esse lead estiver no momento de decisão de compra, certo?

E-mails diferentes para diferentes fins

Não poderia falar sobre como criar e-mail marketing sem citar essa parte do post anterior:


Existem diferentes finalidades para um e-mail marketing ser enviado. Porém, o que todas elas compartilham em comum é o relacionamento, e mesmo que o cadastro seja feito em uma página de vendas, ainda será preciso se relacionar após a venda ser concretizada.

Todos fazem uso de gatilhos mentais também, seja para gerar curiosidade, a sensação de urgência ou mesmo de escassez, mostrar que algo realmente funciona com uma prova social, e outras quase infinitas possibilidades. Por isso, é fundamental que você escreva o e-mail certo, da forma certa, no momento certo.

Esse momento é definido pela jornada de compra. Não é porque alguém se cadastrou no seu mailing que você o abordará com uma ligação dizendo “e aí, quer comprar?”


Pelo contrário. Por isso, ter uma ferramenta de monitoramento, que entenda a jornada que o seu lead teve pelo seu site e onde a conversão aconteceu é fundamental. Ferramentas de automação permitem até o disparo automático de e-mails relacionados a ações de conversão específicas!

Isso significa que, se alguém converteu em um conteúdo informativo, não receberá um e-mail voltado para a venda, e sim algo que complemente a informação que ela recebeu e a leve para uma nova etapa na jornada de compra.

Já o lead que foi obtido em um texto voltado para a venda, receberá uma abordagem mais comercial, como deve ser!

Agora, saiba que a jornada de compra também equivale aos momentos do e-mail marketing. Eles são ligeiramente diferentes do que eu já falei anteriormente, veja só:

Entenda a jornada de compra nos e-mails marketing

1 – A primeira etapa da jornada de compra é sobre aprendizado, curiosidade e descoberta

Ou seja, conteúdos informativos são primordiais aqui. Prepare o terreno e plante as sementes que serão colhidas quando o lead estiver pronto para uma abordagem comercial.

2 – A segunda etapa é sobre aceitar que existe um problema

É hora de convencer quem você estava informando de que o problema é real, que ele não é o único e que muitas pessoas já resolveram esse mesmo desafio. Diga que existe uma solução e crie uma ação para levá-lo até a próxima etapa, o que configura um tipo de conteúdo mais incisivo.

3 – A terceira etapa busca uma solução

Se o seu lead chegou nessa fase, agora é hora de levá-lo a um novo patamar. Apresente uma possível solução e leve-o ao próximo passo, que é a decisão de compra.

É necessário que você atue de forma a informar e persuadir, não simplesmente estampar uma oferta e dizer “compre agora e resolve os seus problemas”. Por isso, atenção à linguagem. Seu consumidor em potencial ainda não está pronto para comprar!

Porém, é nesse estado que você trabalha formas de quebrar objeções, revelando respostas a perguntas que você sabe que o consumidor fará.

4 – Decisão de compra

Agora, você deve fazer a oferta decisiva. A irresistível, a imperdível, aquela que estará disponível por tempo limitado. Para isso, faça uso dos gatilhos mentais e crie um conteúdo altamente persuasivo, voltado totalmente para a venda e a solução dos problemas do lead.

Veja abaixo um modelo de e-mail marketing para um assunto introdutório:

Olá, _______________. Como vão as coisas?

Percebi que você se inscreveu no meu mailing porque queria saber mais sobre [determinado assunto aqui]!

Bom, você sabia que [desenvolva o assunto nessa parte e adicione informações complementares e relevantes ao assunto do post de origem da conversão]….

Para finalizar, utilize algum gatilho mental que gere o desejo de receber mais e-mails como esse. Se desejar, mencione a existência do problema relacionado ao conteúdo de origem da conversão e instigue o seu lead a acompanhar a leitura do próximo e-mail, que pode ser enviado alguns dias depois do atual.

Exemplo prático: conscientizando sobre a importância do Marketing Digital

Olá, Jéssica, tudo bem com você?

Legal o seu interesse sobre marketing digital no meu site, acho importante aprender cada vez mais sobre o assunto.

Agora, você sabia que o Marketing Digital pode triplicar as suas vendas? Pois, é! Não é apenas sobre ter uma página em uma rede social, não, viu?

É normal começar a pesquisar sobre o assunto e dar um passo de cada vez, criar um perfil comercial, estudar sobre o conteúdo e temas similares, mas é importante se preparar para vender, porque em algum momento, você será procurada por alguém interessado no que você vende!

Então, por que não preparar o terreno antes da hora chegar?

Muitos empreendedores digitais perdem o timing e acabam por não conseguir vender tanto quanto poderiam por não se prepararem da forma adequada.

Mas, pode ficar tranquila, Jéssica. Eu trarei dicas novas toda semana aqui no seu e-mail, para você saber tudo sobre marketing digital! Ah, e pode acompanhar os meus posts diários no Conversão Rápida também. Afinal, conteúdo nunca é demais, né?

Um forte abraço! Qualquer coisa, me mande um e-mail e eu respondo o mais rápido possível!


É esse tipo de conteúdo que eu quero te ver produzindo. Não vou trazer dezenas de modelos aqui porque não vem ao caso e a leitura ficaria muito longa. Mas a ideia é saber aproveitar o momento e se comunicar de acordo. Não adianta pesquisar sobre como criar e-mail marketing e esperar que as ferramentas façam tudo por você, então, mãos na massa.

Quer criar um planejamento sólido de e-mails marketing e conteúdo para se relacionar com seus clientes e aumentar suas vendas? Entre em contato comigo, eu posso te ajudar!

Compartilhe!