Olá! Tudo bem?

Solicite nosso Contato!

[contact-form-7 404 "Not Found"]

Conquistar Clientes: Sinceridade é o melhor caminho para empresas de serviços

Conquistar Clientes - Conversão Prática
Conquistar Clientes - Conversão Prática

Conquistar clientes é algo complexo, que leva tempo e que requer esforços reais e constantes.

Aquelas promessas irreais, marketing barato e outras estratégias que já caíram no conceito do povo. Nada disso funciona atualmente, por mais que toda empresa se posicione como “o rei da patota”, a “última bolacha do pacote”.

Empatia é a resposta. Uma empresa ser digna, ética, transparente e entregar o que promete é o mínimo que se espera. Isso não são diferenciais, são princípios básicos para gerar um bom relacionamento e fazer negócios. O que se espera, além de tudo isso, é que o empresário, sua equipe e a organização como um todo sejam empáticos, compreendam a posição do cliente e se coloquem no lugar de quem está adquirindo os produtos ou serviços. Caso contrário, a empresa facilmente se torna apenas mais uma entre tantas outras.

E aí cria-se um paradoxo: por mais que a sinceridade e a transparência sejam fundamentos básicos para os negócios, o público ainda encara certas promessas e palavras com descrença. Logo, é preciso enaltecer esses aspectos.

É necessário mostrar que o seu negócio é diferente, que é transparente e que cumpre o que promete. Mas… Como?

Conquistar clientes é uma arte, não uma receita pronta

Quando você vende serviços, não pode pensar com a mente de quem vende produtos. Serviços são intangíveis, eles precisam conquistar a confiança do cliente para serem vendidos, diferentemente de produtos, que podem ser tocados, mensurados, analisados com os olhos.

A venda não pode ser forçada. Tampouco deve ser centrada no serviço. É preciso vender o resultado, mostrar ao cliente em potencial que ele irá investir em algo que realmente trará benefícios, mas sem firulas, sem inventar histórias. Tem de ser real.

Promessas precisam ser cumpridas. Portanto, prometa exatamente aquilo que o seu serviço entrega. Na hora de entregar o serviço, faça aquele algo a mais, sem alarde, sem que o cliente pense que isso é algo forçado. Precisa ser natural, estar dentro do pacote de benefícios.

Ao invés de se mostrar como um vendedor, aja de maneira mais consultiva. Pense fora da caixa e se coloque no lugar do cliente. Analise suas necessidades e trabalhe na divulgação com essas informações em mãos. se preciso, remodele os serviços para que eles se adequem às necessidades e desejos do cliente. Não existe segredo, mistério ou receita de bolo.

Quem disse que o NÃO é sempre ruim?

Se o cliente não se encaixa no que você propõe, então não há propósito em mantê-lo. Seja sincero e diga “este serviço não é o que você precisa”. Isso vale muito mais do que forçar uma venda, que pode render dinheiro de imediato, mas também acumulará frustrações a médio e longo prazo. Não dá para jogar a culpa no cliente. Ele, muitas vezes, sequer sabe do que precisa. É você que deve entendê-lo e compreender se os seus serviços são o ideal para aquele momento.

Respeite o momento do cliente. Escute-o, e independentemente do resultado da transação, você terá construído a base para um bom relacionamento. Quer conquistar clientes? Comece sendo sincero e mostrando que você se importa.

Esse é o caminho.

Gostou da dica? Então, deixa eu te contar: aqui no Conversão Prática tem muito mais. Leia nossos outros artigos e descubra um universo de possibilidades para seu negócio.

Compartilhe!